Ela.

27.12.20

 

Imagem sob licença Creative Commons por MiraCosic


A água escorrendo pelo corpo, levando mais um dia de calor e de trabalho da pele. O dia-a-dia, a rotina que tanto se fazia monótona em tempos estranhos.


A água que lavava a alma e o frio dos olhares que não entendiam bem as nuances coloridas da vida, da arte e da criatividade.


O mesmo pé que pisava a terra em contato com a Mãe Natureza era obrigado a pisar o asfalto cinza e sem cor. A sentir os calos e dores de um sapato apertado para encaixar-se em uma sociedade sistêmica e produtora de alienados.


O meio sorriso entre a multidão, procurando ser entendida, escutada, vivida. Mas a sociedade havia fabricado homens e mulheres à medida.


Até que no fundo, existe uma voz, um impulso em mudar e, caminhando na direção contrária, as vozes penosas se transformam em música. As palavras escritas no papel se convertem em história, os olhos em romances e linhas em arte.


Estava sempre tudo ali, só bastava encarar com outros olhos para a vida encher de cor. Uma palavra que conecta a outra, um filme, uma imagem, uma dança. Cada arte marcando um momento e contando parte da história da humanidade à sua maneira.


O chuveiro é desligado já com a alma renovada. Mais um dia a ser vivido nesse mundo, mas sem nunca esquecer que a criatividade é a arma mais poderosa contra uma vida fria e sem graça, conectando pessoas, realidades e vivências, para juntos sobreviver nesse caos.


Os olhos brilham e ali ela se senta para terminar o dia escrevendo mais um texto engavetado com a esperança de um dia ser escutada.


  • Share:

Posts Relacionados

7 comentários

  1. Oi, Ayu!
    Eu amo tanto a linguagem poética presente nos seus textos. Ela é arrebatadora! :D
    Obrigada por nos presentear com textos tão belos!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    PS: Espero que a sua amiga secreta pare de engavetar os textos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Fer! Obrigada pelas suas palavras <3 espero que a minha amiga secreta possa publicar algo esse ano viu!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigada, Emerson! Espero que o seu ano tenha começado bem, dentro de todo esse caos pandêmico

      Excluir
  3. Nossa, me identifiquei muito! E aposto que muitas outras meninas também vão se identificar. E quando comecei a ler, foi ainda mais coincidência estar bem quente hoje aqui no Rio, e eu tinha acabado de comentar que estava quente aqui e arrastei o ventilador pra perto, aí abri seu blog e logo no começo pensei "nossa, que real!" haha!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que o texto tenha passado essa sensação, Thami! <3

      Excluir