Uma saudade recorrente

6.12.20

 

Imagem sob licença Creative Commons por distelAPPArath


Pão na chapa e café com leite.

Um forno com aquele famoso bolo de cenoura e chocolate quente.

Aquele abraço no fim da tarde para espantar o cansaço.

O levantar cedinho de manhã para ver o velho desenho quase deitada em um divã.

 

O sertanejo tocando enquanto a frigideira com óleo fazia o seu burburinho,

Ao entrar em contato com a coxinha em um domingo.

E dormindo... serena ao som da canção de ninar.

 

Pisar nas linhas brancas da calçada de pedestres,

Pulando e imaginando animais silvestres.

O segurar de sua mão na minha ao andar pela rua.

Sem nem ter ideia da vida nua e crua.

 

O amigo imaginário que ficou para trás,

Um brinquedo, um lápis, um dente...

Tudo aquilo que já não volta mais.

 

O cheirinho gostoso de um bom arroz com feijão,

Abraço de vó, carinho de avô.

E toda aquela comoção,

Ao ver a família toda reunida, unida.

 

Quando os problemas não existiam,

Quando a vida era mais fácil,

Quando com pequenos gestos bastavam,

E um beijo tudo curava.

 

Mas nunca vou esquecer,

Daquele cheiro tão recorrente,

De um pão na chapa e café com leite.



  • Share:

Posts Relacionados

4 comentários

  1. Ayu, seu olhar é certeiro em captar as miudezas mais bonitas desta vida. Obrigada por ser poesia!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
  2. Leio e sinto o sabor do pão na chapa.
    Deixa o coração quentinho.

    Ha det bra!

    Leidiane Holmedal
    www.watermeloncurly.com
    Instagram: @watermeloncurly

    ResponderExcluir
  3. Olá! Gostei muito do blog e já o segui! meu deus agora comia um pão na chapa com leite com café! <3
    Quero convidá-lo a visitar e a seguir o meu blog de volta <3

    www.pimentamaisdoce.blogspot.com

    ResponderExcluir